quarta-feira, 27 de junho de 2018

4 vantagens de comprar um sofá cama

Para quem vive em lugares menores, como sobrados ou apartamentos quitinetes, é sempre uma boa procurar maneiras de poupar espaço, seja por meio de armários menores, louças com tamanho reduzido e outras.
Um dos itens mais indicados para poupar espaço na sua casa e ainda ser 2 em 1 é o sofá cama, isso porque com ele você tem (obviamente) um sofá e uma cama embutida nos momentos necessários.

Vantagens do sofá cama

1 - Aproveitar o espaço


A primeira vantagem de ter um sofá cama é obviamente o espaço economizado, isso porque ele tem dupla função. Por exemplo, se você mora em um local pequeno e tem um sofá cama, é prático quando for necessário usar a cama.

2 - Acomodação

Se algum parente veio de longe para ficar na sua casa e você não tem onde acomodar, o sofá cama é uma boa opção, isso porque você só precisa abrir ele e voilá. É muito indicado para apartamentos que não tem quarto de sobra ou de hóspedes.

3 - Fácil de montar e desmontar

Outra pequena porém muito válida vantagem de ter um sofá cama é a facilidade de montar ele e desmontar sempre que necessário. Você pode escolher aqueles modelos com almofadas maiores e soltas, além daqueles que tem gavetas embutidas, tudo se transformando em cama rapidamente.

4 - Modelos maiores e menores

Existem alguns modelos de sofá cama que possuem uma opção de cama pequena, além daqueles que são classificados como modelo king size, o que oferece muito mais vantagem e conforto para seus convidados.
Agora que você já viu quais são as vantagens de comprar um sofá cama para a sua sala ou outro cômodo, você só precisa encontrar a melhor loja e o melhor modelo que você deseja, com certeza será uma compra que você não vai se arrepender.

quarta-feira, 6 de junho de 2018

O surgimento da empresa Correios - Porque é a única empresa postal?


O decorrer da História Postal corresponde à crescente transformação histórica do Brasil, razão pela qual conhecer os principais fatos ligados à implementação e ao aperfeiçoamento dos serviços postais oferece uma visão panorâmica do desenvolvimento histórico brasileiro.
Desde o início dos serviços postais até o dia de hoje, o Correios assumiu a sua postura de link, que aproxima as pessoas e de instituição respeitável, que sempre procurou adequar-se aos vários períodos de progresso do Brasil, promovendo um constante melhoria dos serviços e produtos oferecidos à sociedade.



Empresa dos Correios nasce quase no período colonial

Com a chegada de Pedro Álvares Cabral ao Brasil em 1500, surgiu a primeira correspondência oficial ligada ao País, a qual, escrita por Pero Vaz de Caminha e enviada ao Rei de Portugal, relatava com notório entusiasmo o achado de uma nova terra. Com este acontecimento, eternizado na história brasileira, estava sendo escrita a primeira página do surgimento do e-mail no Brasil.
Nos primórdios dos serviços postais no Brasil Colonial remontam ao correio de Portugal e a sua atuação neste novo território. Durante os primeiros tempos da colonização, os portugueses não dispunham de um sistema postal bem organizado, tendo, inclusive, que recorrer ao e-mail de nações vizinhas.

Nem mesmo a criação do Correio-Mor das Cartas do Mar, em 1673, resolveu o problema de ligação postal entre a nova terra e a metrópole. Desta forma, a dificuldade de comunicação entre Portugal e o Brasil Colonial fez com que fossem instituídos, definitiva e oficialmente, em 1798, os Correios Marítimos. Anos depois surgiu a necessidade de promover a expansão dos serviços para o interior da Colônia.

A chegada da Família Real ao Novo Mundo abriu caminhos para que o serviço postal se desenvolvesse melhor com o progresso comercial derivado, a elaboração do primeiro Regulamento Postal do Brasil, o funcionamento regular dos Correios Marítimos e a emissão de novos decretos criando os Correios Interiores.

Com o retorno de D. João VI a Portugal, houve um período muito conturbado, que culminou com a independência do País em 1822, quando o Correios desempenhou um importante papel, trazendo informações do Velho Mundo e aglutinando as forças favoráveis à ruptura com Portugal.

Greve dos caminhoneiros atrasa entrega dos Correios - Quando vai chegar?


A greve nacional dos caminhoneiros que se realiza no Brasil pelo terceiro dia consecutivo começa a afetar as entregas dos correios, segundo informou a empresa estatal Correios, principal responsável pela unificação do país.

Os participantes da greve reivindicam auxílios ou diminuição de impostos para fazer face ao aumento dos preços do combustível (especialmente o diesel) e realizam cortes de estradas na grande maioria dos estados do país.


Como rastrear a sua mercadoria - Que dia vai chegar?


De acordo com as informações da própria empresa agora já é para estar regularizada a situação nos Correios, para saber que dia vai ser a sua entrega dos correios, vale fazer o rastreamento online pelo site oficial. Lá é possível saber em que pé está  a sua encomenda, as vezes ela está esperando que você a vá buscar na sede mais próxima do endereço de entrega.

Correios dispõe de 25.000 veículos para fazer suas entregas, 1.500 linhas terrestres e 11 linhas aéreas e a cada mês entrega uma média de 25.000 cartas ou pacotes, de acordo com dados da companhia. Por conta da rgeve ficaram 85 milhões de objetos postais em atraso. No último sábado foram realizados mutirões nas unidades para conseguir dar um gás nas demandas. A estimativa, para aquela época era de que em até 15 dias as entregas serão normalizadas por completo.

Não é o único serviço que está sendo comprometido por paralisações; 22 de maio, pelo menos, três vôos que deveriam pousar em Brasília (centro do país) foram cancelados por temor de que esse aeroporto não tivesse combustível necessário para o abastecimento.

Segundo a imprensa local nesta quarta-feira, muitos postos de gasolina de Brasília não contam com combustível e em Recife (nordeste) saíram para a rua 200 ônibus a menos do que o habitual, uma medida de economia ante a previsão de falta de combustível nos próximos dias.